Movies 2014

Pela primeira vez na história do blog, não postei os filmes durante o ano e, sim, fui anotado num email eterno para mim mesmo. O resultado é o mesmo, apesar de ter assistido a mais filmes antigos do que novos este ano. Ainda assim, consegui chegar a uma sólida lista de 10 filmes de 2014 que merecem ser assistidos. Alguns foram lançados em 2013, eu sei, mas eu só vi no ano passado.

Puxando a fila, Boyhood, não tem nem o que dizer. Filmaço de um diretor dos prediletos da casa.

Wolf Of Wall Street foi muito bom também, achei bem injusto o LÉO não ter levado o Oscar dessa vez. A cena dele tentando entrar no carro é muito boa.

La Vie D’Adele foi FODA. Filme de acabar de ver e assistir de novo. Acho que vi umas três vezes na mesma semana, algo muito raro para mim.

Dallas Buyers Club é aquele filme clássico de Oscar. Vale conferir.

Interstellar é bom por que o Christopher Nolan. Mas aquele final deu o que pensar, que bizarro.

Nightcrawler foi uma grata surpresa. Atuação impressionante do Jake Gyllenhaal, filme bastante original e com aquele look REFN de noite e neon.

Her é outro bastante original. Qualquer filme que se arrisca em mostrar possíveis novas tecnologias de um futuro próximo me diverte.

American Hustle foi um show de atuações retratando uma época que fica sempre bonita de ver no cinema.

The Grand Budapest Hotel é mais um filme muito bom do Wes Anderson. Esse não tem erro. Dessa vez, ele inovou, fotografando quase todo o filme em quadrado, estilo STAGRÃ.

Guardians of The Galaxy foi o bom filme de herói do ano.

O resto é resto, levando o troféu de pior filme o novo Robocop.

Boyhood 9.4 
The Wolf of wall Street 9.3
La Vie d’Adele 9.2
Dallas Buyers Club  9.1
Interstellar 9.1
Nightcrawler 9.0
Her 9.0
American Hustle 9.0
The Grand Budapest Hotel 8.9
Guardians of The Galaxy 8.9
Rush 8.8
Ender’s Game 8.8
Desolation of Smaug 8.7
12 Years A Slave 8.7
Blue Jasmine 8.6
Don Jon 8.5
Saving Mr. Banks 8.5
The Secret Life of Walter Mitty 8.5
Inside Llewyn Davis 8.5
Nymphomaniac 8.5
Anchorman 2 8.4
Edge of Tomorrow  – 8.3
Gone Girl 8.2
The Inbetweeners 2 8.2
Philomena 8.2
X-Men Days of Future Past 8.0
Last Vegas 8.0
Monuments Men 8.0
Wish I Was Here 7.9
Chef 7.8
Goon 7.8 
Fading Gigolo 7.5
Frozen 7.5
Cloudy With a Chance of Meatballs 2  7.0
Robocop 7.0

Anúncios

All of these words feel so very empty

Chegou o dia em que todas as anotações sobre os filmes do ano se justificam, a famigerada lista de 2009.

Esse é o ano em que, definitivamente, deixei os filmes BAIXADOS se misturarem com os filmes “baixados” se misturarem aos filmes assistidos no cinema. As razões foram a quantidade exagerada de viagens e peregrinações e a incerteza sobre o lançamento de certos filmes no Brasil.

As notas primam pela subjetividade e pela falta de critérios, não fazendo sentido algum no apanhado final, gerando algumas injustiças. Por exemplo, todo mundo sabe que “The Wrestler” foi o melhor filme do ano. Mesmo assim, ficou apenas em quarto. E todo mundo sabe que “Watchmen” é muito melhor que “Brüno”. Mas, paciência, não vou mudar nada agora.

De qualquer maneira, acho que ficou equilibrado, os 4 melhores representam bem o ano:

Inglorious Basterds – 9.7
Avatar – 9.6
Let The Right One In – 9.5
The Wrestler – 9.3

Muito bons:

District 9 – 9.2
Happy-Go-Lucky – 9.1
Frost/Nixon – 9.0
Funny People – 9.0
Up – 9.0
Two Lovers – 9.0
Tá Chovendo Hambúrguer – 9.0
The Hangover – 8.9

Bons:

Elegy – 8.9
My Sister’s Keeper – 8.9
The Boat that Rocked – 8.9
Abraços Partidos 8.8
The Taking Of Pelham 123 – 8.8
Brüno – 8.8
Shrink – 8.8
Watchmen – 8.7
Looking for Eric – 8.7
Surrogates – 8.6
Antichrist – 8.5
Adventureland – 8.5
Zombieland – 8.5
Zack and Miri Make a Porno – 8.5
Jean Charles – 8.4
500 Days of Summer – 8.2
Goodbye Solo – 8.0
Milk – 7.9
Synecdoche, New York – 7.0

Reprovados:

O Perdido – 6.7
Era do Gelo 3 – 6.4
Planet 51 – Nota 5.0
Marley & Me – 5.0
He’s just not that into you – 3.0
A Mulher Invisível – 2.0
Paul Blart: Mall Cop – 1.1
März – S/N

Bons documentários:

Home – 9.0
Simonal – Ninguém Sabe o Duro que Dei – 9.0
Stranded – I’ve Come from a Plane That Crashed on the Mountains – 9.0
It Might Get Loud – 8.8
Religulous – 8.7
Terra – Nota 8.5
Lóki – 8.5
American Teen – 8.5

Os mesmos motivos geraram uma diminuição considerável na minha freqüência de idas ao cinema (ao passo que também revi filmes antigos, além de ter visto alguns clássicos que eu nunca tinha assistido). Apenas 47 filmes, bem abaixo dos anos anteriores. Média de 3.9 por mês.

Seems like you’ve done this before

Também devido às andanças e à falta de acesso à internet, acabei ouvindo pouca novidade esse ano. Discos contemporâneos, só mais pro fim do ano, mesmo. Mas não interessa, quem se importa? Calendário é uma invenção mundana. Heh.

Graças ao meu querido Last.fm, tenho acesso imediato à lista de bandas que mais escutei no ano que passou. Aí vai:

Colocação/Artista/Número de execuções

1 Kanye West 535
2 Fleet Foxes 384
3 Caetano Veloso 322
4 The Tallest Man on Earth 278
5 The Beatles 234
6 Radiohead 220
7 My Morning Jacket 218
8 Wilco 215
9 Feist 196
10 of Montreal 195
11 Bat for Lashes 170
12 Tim Maia 162
13 Vampire Weekend 160
14 The Beach Boys 153
15 Yann Tiersen 142
16 Beach House 140
17 Little Joy 129
18 The Accidental 127
19 Fleetwood Mac 122
20 Easy Star All-Stars 119

De disco desse ano, mesmo, só o Bat For Lashes e Wilco. O resto era tudo discos de anos anteriores. Outros discos que merecem destaque são The Accidental, Bon Iver, Monsters of Folk, Dirty Projectors, The Black Skirts, Bill Callahan e Girls.

As músicas mais escutadas, na ordem:

1 Fleetwood Mac – Albatross 89
2  Bat for Lashes – Daniel 54
3  Fleet Foxes – Meadowlarks 53
4 The Tallest Man on Earth – Into The Stream 52
5  Fleet Foxes – Ragged Wood 49
6  Fleet Foxes – Tiger Mountain Peasant Song 43
7  Mark Farina – Dream Machine (Downtempo Mix) 42
8  Fleet Foxes – White Winter Hymnal 41
9  Nico – Somewhere There’s A Feather 39
9  COPACABANA BEAT – Me Leva Contigo 39
11 Caetano Veloso – Queixa 38
11 Kanye West – Paranoid 38
13 The Killers – I Can’t Stay 37
13 Gino Paoli – Senza Fine 37
13 The Tallest Man on Earth – Pistol Dreams 37
16 Kim Carnes – Bette Davis Eyes 36
17 Harry Nilsson – Everybody’s Talking 35
17 The Tallest Man on Earth – I Won’t Be Found 35
19 Vampire Weekend – A-Punk 34
20 Erik Satie – Gymnopédies 33

Cada uma delas tem um motivo especial pra estar aí. Metade é música velha. A número 1 está aí por ser minha música favorita de todos os tempos, oficialmente. Estou feliz por ter encontrado-a.

Show do ano não tem muitos concorrentes, mas mesmo que tivesse, teria ganho igual: Faith No More devastou Porto Alegre.