If only

Seguindo o drama da vida privada, no dia 22 de junho recebi notícia de que tinham vendido meu apartamento. Eu tinha um mês e uma semana para cair fora. No fim, passei um fim de semana fazendo inspeções, vi 17 apartamentos/casas, escolhi uma casa a trezentos metros de distância e entrei com o processo para alugar.

E não é que ganhei de primeira? Sucesso total, casa de três quartos, com pátio, etc. Dez dias depois da nota de despejo, já tinha me mudado para a casa nova. Agora que está se estabilizando um pouco mais, já comprei uma churrasqueirinha para o pátio, tá ficando bonita. Tô ficando bom no JOGO DA PICANHA.

Estava discutindo com minha mãe outro dia, quando eu cheguei na Austrália eu só tinha minha câmera e meu computador, algumas roupas, uns livros. Hoje em dia, tenho TRÊS COLCHÕES E TRÊS CAMAS, uma geladeira, televisão, uma mesa de jantar enorme e pesada, um monte de cadeiras, uma geladeira, uma máquina de lavar roupas. Muito cedo não pretendo me mudar de novo, é tralha pra burro.

No exato momento em que recebi o email da imobiliária dizendo que eu podia me mudar para a casa nova, me envolvi num pequeno acidente de carro. Resultado: tive que pagar a franquia do seguro e ganhei um parachoque traseiro novo. Sobre quem é o culpa, as seguradoras decidirão. Mas como eu estava dando a ré, a desvantagem é total minha. O cara, quando saiu do carro, mentiu que estava parado atrás de mim, que eu dei no meio dele. O tamanho do risco do lado do carro dele mostra que ele tava em movimento e eu é que estava parado na hora do choque. O que fica claro NESSE VÍDEO que eu peguei do bar daonde eu saía é que parado ele não estava.

E, como se não fosse pepino suficiente, no mesmo dia fui comprar um celular novo, por que o meu antigo tava dando problema. Entrei num plano de dois anos com a Optus, para pegar um Samsung S6. E não é que, uma hora depois de estar usando o negócio, noto que a câmera estava quebrada? Puta azar. E, depois de passar 20 dias em negociações frustradas para receber um celular que não estivesse quebrado, consegui que eles me dessem apenas o que eu queria no primeiro momento: um celular que funciona. É foda. Agora só falta eu receber o QUINTO celular da Google na garantia em dois anos, para poder vendê-lo novinho e abater um pouco esse prejú todo.

Mas, calma, tem mais uma: estava jogando bola há três semanas e tomei uma ombrada no peito, alegado “jogo de corpo”. Resultado: uma costela quebrada. E como não tem como engessar uma costela, serão aí uns 2 meses até recuperação total.

Em compensação, o novo ano fiscal trouxe bastante trabalho, assim não tem tanto drama.

Compartilho com vocês o vídeo que editei para aquele trabalho voluntário que fiz com o hospital, fez bastante sucesso até agora, foi compartilhado na página do hospital, teve mais de 70 compartilhamentos no Facebook, o hospital vai mostrar na próxima reunião com os patrocinadores da fundação que sustenta o programa de música no hospital.

[youtube:https://www.youtube.com/watch?v=opa5UhEB2FE%5D

Enfim, logo se nota que os problemas todos que listei são bobagens se temos saúde plena.🙂

E aí umas fotos dos últimos tempos, desde o último post.















Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s