Falafelface

A Chi está aprendendo português e uma das coisas mais difíceis de explicar na nossa língua é a diferença entre SER e ESTAR.

No dia 8 de fevereiro eu assisti a um filme chamado Earthlings. É um filme que fala sobre a maneira como tratamos os animais, desde circos, mascotes, esportes e, principalmente, comida. Eu desafio qualquer pessoa a assistir ao filme inteiro sem virar a cara e depois fazer um churrasco. Eu não consegui. E amanhã completamos um mês sem comprar carne.

Eu sempre gostei de um pouco de carne, peixe, frango, camarão. E nunca pensei que alguma coisa pudesse me convencer a mudar minha dieta. Mas esse filme, aparentemente, mudou. Ainda não posso afirmar que sou vegetariano. Mas com certeza ESTOU vegetariano.

A grande novidade do último mês nos proporcionou uma mudança grande: estamos nos aventurando em novas receitas, voltei a me envolver bastante com a cozinha.

Esse domingo, eu fiz pão pita integral, a Chi preparou um delicioso falafel. Fizemos tanto que deu pra janta e almoço. Também temos feito sopas, pizzas, massas, pestos excelentes e o sempre pedido stir fry pegado, estilo tailandês. Ontem mesmo me puxei numa receita de naan. A massa ficou boa, mas sobrou tanto que aproveitamos pra fazer duas pizzas. Boa pizza. E assim vai.

Vamos ver quanto tempo dura essa brincadeira. Até agora, a carne não tá fazendo muita falta.

-=-

Vantagens de não comer carne:

-Sobra mais dinheiro para investir em bons queijos.
-Acontece bem menos de a geladeira e o lixo orgânico soltarem cheiros estranhos.

Desvantagens:

-Até se acostumar com todas coisas que se tem que fazer para suprir a falta de carne, vai um tempo.
-Pra quem bebia pouco, abrir mão da carne debilita ainda mais o SOCIAL. Mas enfim. Um approach a longo prazo que vejo para isso é o seguinte: não COMPRAR carne. Mas poder abrir exceções em casos de festas e etc, por que igualmente sempre achei xarope gente fresca. Vamos ver.

Anúncios

6 comentários sobre “Falafelface

  1. eu já nao era muito fã de carne e depois de ver esse documentário ficou ainda mais difícil eu apreciar tal produto.
    cada vez que penso em ter que comer carne, lembro de algumas imagens do filme e …eca, impossível.
    a única coisa é que nao é muito mais barato ser vegetariano. nao dá pra simplesmente viver de verdurinhas e as proteínas vegetais nao sao exatamente baratas.
    além do já conhecido tufu, aconselho que provem (se é que já nao conhecem) o seitán. é uma delícia cortado em fatias y “vuelta y vuelta” na frigideira e o temphe, ótimo para fazer croquete!!
    e quanto a debilitar o social, nos nossos “churrascos”, apoio vcs, vamos fazer deliciosas alternativas e ver se mais amigos aderem ao assunto, hehe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s