Calçotada

Uma pausa em Sevilla para um post prioritário, atendendo a pedidos:

A melhor tradição da Catalunya (depois do Cagao) é a calçotada. Aqui uma explicação mais detalhada do que é, mas é basicamente uma espécie de cebola que se assa no fogo alto, queimando toda parte exterior. Depois é só descascar a parte carbonizada e comer o interior, depois de mergulhado no molho romesco, que, no caso, foi feito pelo nosso argentino preferido, Leandro.

Falhamos em não providenciar os BABEIROS, mas ninguém se manchou e de resto foi um sucesso total. Precisamos repetir antes do fim da temporada.

Destaque positivo para o bom timing em providenciar uma nova churrasqueira (valeu a mão, Francisco), por que a outra (que sofreu com o inverno e a chuva na rua) abriu as pernas em meio ao evento. Abriu o fundo, fez sujeira.

Destaque negativo para a ausência da Chi, que teve que sair às 10;oo de casa para pegar uma avião que saía de Girona às 14:10 e acabou saindo apenas às 17:10 (abraço, RyanAir). Foi para o Chipre, visitar a vó, os primos e as crianças, enquanto ainda estamos perto.

PS: peço desculpas por quem saiu MAL NA FOTO, mas é impossível sair bem na foto quando se trata de calçots.
PS2: Obrigado pelas contribuições culinárias, logísticas e higiênicas.
PS3: Sim, queimamos o estrado da cama, que quebrou na semana anterior. Boa madeira para queimar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s