Decatlo

Noutro fim de semana, saímos pedalando para a esquerda, pela beira da praia, vinte e poucos minutos até chegar em um dos últimos estacionamentos de bicing. Levamos cartas e um bizarro capuccino instantâneo (que esquenta sozinho) que minha mãe deixou pra gente.

Ao tentar estacionar a bicicleta, notamos que não havia lugar. Ali esperamos por uma meia hora, até que um sujeito resolveu pegar uma bici, liberando o espaço pra gente. A Chi, que estava na bicicleta esperando, resolveu não botar muita pressão no cara, e deu uma voltinha de não mais que 5 metros ao redor da estação. Nesse meio tempo, uma mulher chegou SORRATEIRAMENTE, se fez de surda, não atendendo aos meus chamados e trancou sua bicicleta no lugar que nos era de direito.

Eu fui TIRAR AS CARAS com a mulher, que respondeu, disse que não tinha nada dizendo que o lugar estava reservado, que a estação era ali e não lá no outro lado, etc. Ok. Nisso, deu um problema na bicicleta que ela deixou, ela ficou uns dez minutos ali tentando ligar para a central do Bicing para resolver. Daí chegou um cara para pegar outra bicicleta, colocamos a nossa bicicleta ali, enquanto a mulher ainda tentava ligar. O correto seria deixar estar, mas não pude manter a pose, tive que esfregar na cara dela: “Assim tu aprende, da próxima vez espera a tua vez, não fura a fila.” Me chamou de MARICÓN, enquanto eu saía e ria alto da cara dela.

Cinco minutos depois, quando a perdi de vista, ela ainda estava ali.

Anúncios

3 comentários sobre “Decatlo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s