Like the branch that will take me home

Ontem fui com minha mãe e a Chi no show do Kristian Matsson, mais conhecido como The Tallest Man on Earth.

Parênteses para a apresentação de abertura, que foi da noiva dele, que se apresenta sob o nome de Idiot Wind. Belo e singelo o pequeno show que ela deu, tocando ao piano e mostrando uma voz aveludada, bastante AÉREA, porém forte. Me lembrou bastante Cat Power e, não por acaso ela tocou uma linda música que faz parte do setlist daquela cantora, “Naked if I want to”. Suas músicas próprias também eram boas, mas ela fechou mesmo com “I´ll keep it with mine”, da Nico. Na real, eu queria que ela cantasse todas minhas músicas favoritas, só no piano e voz.

E aí veio a atração principal. Excelente concerto, dominado pelo último EP (só faltou uma música das 5, “Little River”, que é minha preferida). Revelou-se, ao piano, “Like The Wheel”, com muito mais força que a versão original. Uma das músicas mais bonitas músicas já feitas sobre suicídio. Outros destaques foram “King Of Spain”, “Love Is All”, “I Won´t be Found” e o extremamente romântico, quase TENSO, dueto com a patroa, em “Thrown Right at Me”. Irônico que o cara que se intitula o homem mais alto do mundo seja na verdade mais baixo que a própria namorada.

Bom demais ver um artista com tanto talento, tão simpático, tocar suas melhores músicas de maneira intimista. Não tem preço (na verdade, apenas 16 euros). Só faltou “Into the Stream”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s