Je ne regrette rien

Inception – Treze dias depois do seu lançamento na Espanha, consegui, afinal, assistir ao filme mais falado dos últimos tempos. Mesmo que ninguém tivesse falado, eu teria ido assistir igual, afinal, se trata do trabalho de um dos caras mais geniais da indústria cinematográfica, Christopher Nolan, o cara que nunca fez um filme meia-boca. Dá para apontar alguns poréns: a trilha sonora poderia ser um pouco mais diferente da do “Dark Knight”, ou poderiam ter usado um conceito tão genial para um filme menos calcado em ação e tiros. Mesmo assim, é o melhor filme do ano, inapelavelmente. Nota 10.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s