Unidos do Shimbalaiê

Um belo domingo de sol. Encontramos a Bruna e mais amigos dela, gente boa. Acabamos uma garrafa de moscatel gelado e pude dar um belo mergulho na água congelante. Daí ficamos por ali lagarteando, observando os inúmeros TOPILÉCIS e as indesejadas pingolas balançando. Só em volta da gente, eram dois NUDISTAS, um jovem e ROBUSTO, outro velho e MACAMBÚZIO.

E a comodidade de se morar na beira da praia não tem preço, quando chega o calorzinho. Nem em Imbé minha casa ficava tão perto do mar (de se ouvir o barulho das ondas, essa noite).

Agora, detalhe para as velhas espanholas que moram nas janelas vizinhas: como GOSTAM de bater papo logo de manhã (e de tarde também). Impressiona demais a velocidade, a voracidade e a QUANTIDADE de palavras saindo das bocas das velhas. Impossível tanto assunto. E eu, na embriaguez do sono, não consigo captar UMA palavra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s