For no real reason

Meu almoço corriqueiro geralmente consiste em um Beef Burger Cheese & Chilli/Chicken Schnitzel Roll, com uma montanha de batatas fritas e um refrigerante à escolha. No Chargrill Charlie’s, que fica a uma quadra daqui e serve as celebridades de Woollahra (Hugh Jackman – AKA WOLVERINE – é o mais freqüente, depois de mim e da Nicole Kidman). Custa dez dolares, é muito gostoso e me deixa com dor de barriga dia sim, dia não. Não AGÜENTO mais.

Por isso fiquei feliz ao descobrir que, pelo mesmo preço, posso comer num restaurante cujos donos são dois italianos velhinhos e irmãos, e servem uma quiche/torta de carne/torta de galinha + salada à vontade. Hoje comi a torta de guisado com salada de massa ao pesto, tabuli e ceasar salad. Melhor: não ganho batata frita nem refri, duas coisas que, se eu continuasse digerindo diariamente até o fim do ano, eu morreria seco.
Eu nem gosto de tomar líquidos enquanto como. Existe até um daqueles rumores médicos que dizem que, se for pra tomar algo, que seja ao fim das refeições e que seja quente, como fazem os chineses. Por isso, tomo um chá quando chego de volta ao escritório. Dizem que AMOLECE o CONTIÚDO do estômago, ao invés de endurecê-lo, como fazem as bebidas geladas.

2 comentários sobre “For no real reason

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s