Ibo Lele

Bah, se todos dias fosse como esse, acho que eu ia me aborrecer. Aquele trabalho de modelo, de novo. Caminhei até um lugar chamado Elizabeth Bay Marina, peguei uma barco até uma ilha chama Fort Denison, que antes era usado como prisão, cercada de tubarões, segundo uma vietnamita me informou (sim, esses trabalhinhos te colocam em situações muito BLIND DATE: te jogam na frente duma mina qualquer e falam “CONVERSEM”). Ali rolaria mais uma foto daquele extensa campanha que está me usando como TALENTO, já é a terceira vez. E é bem possível que ocorram mais oportunidades, já que só vão terminar de fotografar isso tudo em Fevereiro. ÓTIMO.

Se eu trabalhasse duas vezes por mês nesse esquema, já pagaria todas minhas contas, afinal, são 500 dólares por diária, nada mal para uma profissão que nem é a minha, né? Na verdade, ainda não entendi exatamente por que sempre me chamam, acho que é só um jeito de ter modelos que não precisam ser pagos como modelos, fica mais barato e podem colocar mais gente na foto, algo assim. Mas me sinto bem deslocado ali, até por que a maioria dos outros MODELOS são australianos e mais velhos. 

Nessa foto, entre umas 16 pessoas, eu era o único de calça jeans e também o invejado único cuja bebida não consistia em uma taça de champagne preenchida por suco de maçã diluído em água. Eu tinha uma solteira garrafa de Beck’s. Não é minha preferida, mas era de verdade e eu podia beber.

Enfim, o trabalho acabou cedo e vim pra casa, não adiantaria ir pro escritório 4 da tarde. Estou aqui deitado no meu lugar preferido da casa desde que começou a esquentar:

 

Marajá way of life

Marajá way of life

Tem uma cama maior que a minha, um sonzinho que pode ter um iPod plugado, ar puro. Muito bom. Acho que dormir aqui não é a melhor idéia, pode-se acordar com ratos, aranhas ou baratas na boca, mas é tri bom, já que não temos uma sala, de fato, só a cozinha com aquela mesinha de jantar, ali. Agora vou tirar uma soneca e depois talvez ir ver Step Brothers no cinema. Depois vejo se tem alguma foto que presta da ilha. Ah, o sol tava forte e eu tava sem protetor, peguei uma corzinha rosada, certamente.

False advertising

 

Existe uma teoria que afirma que daqui 7 anos, nenhuma célula que forma o meu corpo existirá. Todos pedacinhos do nosso corpo são substituídos a cada 7 anos. É isso, né?

Pois então, talvez eu esteja passando por uma dessas transformações nesse momento. E o motivo é simples: quem me conhece sabe que eu sou uma máquina de sorver ketchup. Ketchup é 10% do vermelho que corre nas minhas veias. PORÉM, essa semana, minha religião está sendo abalada. E o agente é novo, algo que, até 15 dias atrás, eu nunca tinha experimentado: o temido VEGEMITE, aka. MANTEIGA DE CEVADA, EXTRATO DE CEVA.

90% da minha alimentação caseira consiste em torradas. Eu sempre como torradas com ketchup. Pode faltar queijo, presunto, manteiga, até PÃO pode faltar, mas não pode faltar kechup. Eu compro em baldes, faço estoque. Agora, nos últimos dias, tenho comido uma das minhas torradas com ketchup, a outra com Vegemite. Fico em dúvida, mas acabo sempre dividindo, pra não ser injusto com o leal molho de tomate. Mas sinto minha estrutura sendo abalada, sim.

Tenho certeza de que esse post valerá alguns pontos para meu visto permanente na Austrália.

I saw some films and a shovel

Estava checando a possibilidade de um gringo entrar no meu blog e meter no GoogleTranslate pra ver o quão mal estou falando deles e isso acabou resultando nesse hilário post:

It closed yesterday 4 months in Sydney. In other words: only 8 months left on my visa. The tranqüilinho the weekend. Finally able to get at Paddy’s Market, bought a few things that need was. I ranch, had almost nothing and I am going home for pro wake early tomorrow and see the Gre-Nal before work. 

Saturday, visited the EGS and Xander. We spent an hour in the pool of puerility of the house, then use the barbecue for some roast beef and chicken heart. Indeed, the heart of chicken here costs 4 dollars a kilo. Nobody ‘s not there for cheer in capitalize on. 

Today, it could have rolled a beach, but woke up too late to get me around. I ended up getting a house, I saw some films and a shovel. I saw Funny Games, VERY BAD, I can say with certainty, even having slept in the first half. 

I also saw a documentary on Tim Maia, throughout my life. Production of Globo, with some rough way again, that being the chubby Malhação the role of Tim Maia, but I really liked it he witnessed. Tim Maia loucão was very even. At least let a hundred beautiful songs for our delight, especially the material of the 70s, there. 

Tomorrow I have a normal working day, but if head, and Tuesday I will shape again. So like my job as a model in this campaign of Tourism NSW. Good for me, enter more bufunfa unexpected.

Massa.

Inhame

Meu final de noite acabou de ficar mais feliz: FREE SLURPEE DAY, no dia 7 de novembro, aniversário do Feli. É só entrar em qualquer loja do Seven Eleven e dizer “Happy 7-Eleven Day” pra levar um slurpee pequeno. Dá pegar um por loja. Farei a cidade inteira a pé.

O caminho do bem

Fechou ontem 4 meses em Sydney. Ou seja: só restam 8 meses no meu visto. O fim de semana tranqüilinho. Finalmente consegui ir no Paddy’s Market, comprei umas coisinhas que tava precisando. Fiz rancho, bebi quase nada e estou indo pro berço pra acordar amanhã cedo e ver o Gre-Nal antes de trabalhar. 

Sábado, visitamos o Egs e a Xanda. Passamos uma hora de bobeira na piscina da casa, depois usamos a churrasqueira pra tostar umas carnes e coração de galinha. Aliás, aqui o coração de galinha custa 4 dólares o quilo. Ninguém tá nem aí pra iguaria, nos aproveitamos.

Hoje, poderia ter rolado uma praia, mas acordei tarde demais pra me locomover. Acabei ficando por casa, vi uns filmes e pá. Vi Funny Games, MUITO RUIM, posso dizer com certeza, mesmo tendo dormido na primeira metade.

Também vi um documentário sobre o Tim Maia, Por toda minha vida. Produção da Globo, com umas reconstituições meio toscas, aquele gordinho da malhação fazendo o papel do Tim Maia, mas gostei muito de ter assistido. Tim Maia era muito loucão, mesmo. Pelo menos deixou uma centena de belas canções para o nosso deleite, especialmente o material dos anos 70, ali.

Amanhã tenho um dia normal de trabalho, porém sem chefe, e terça vou modelar DE NOVO. Tão gostando do meu trabalho de modelo nessa campanha da Tourism NSW. Bom pra mim, entra mais bufunfa inesperada.